Apresentações Profissionais – Parte 2: Construa um bom Roteiro
20 de novembro de 2017
Apresentações Profissionais – Parte 4: Apresente em Alta Performance
21 de novembro de 2017
Exibir tudo

APRESENTAÇÕES PROFISSIONAIS,

COMO CRIÁ-LAS?

Nos posts anteriores, vimos como planejar uma Apresentação Profissional e na sequência, entendemos a importância de se criar um bom roteiro para que uma boa história seja contada através de sua apresentação.
Agora vamos ajudá-lo a criar um visual atraente que encantará e conduzirá o olhar do seu público até o objetivo final.

 

PARTE 3 – CRIE UM VISUAL ATRAENTE

A parte visual de uma apresentação profissional vem para consolidar o excelente trabalho que realizou até agora.
Você sabia que o cérebro humano é capaz de entender imagens muito mais rápido que textos? Portanto, a imagem certa, ou seja, condizente com o assunto, deixa sua mensagem muito mais poderosa, prendendo a atenção do público na sua história.
Ao desenvolver a parte visual de uma apresentação, nos deparamos com uma série de desafios que normalmente os designers gráficos tiram de letra. Porém, a nossa proposta é fazer com que você, que não é designer consiga entender os princípios básicos e não cometa erros que tirem a atenção da sua apresentação.
Encontrar inspiração ou referências criativas não são tarefas fáceis para maioria das pessoas. Uma boa dica para encurtar esse processo é navegar pelo Pinterest (br.pinterest.com), uma rede social onde diversos designers postam seus trabalhos, o que pode ser o ponto de partida de criatividade para as suas apresentações.
Mas o que você precisa levar em consideração ao pensar no design de uma apresentação?
Cores – Quando falamos de cores, temos uma infinidade de possibilidades de escolha. Mas você sabia que existe uma estratégia por trás de uma combinação de cores? Isso mesmo, para combinar cores utilizamos como referência o ciclo cromático e podemos definir as combinações em monocromáticas, análogas, complementares ou triádicas.
Essas regras te ajudarão a escolher uma linha mais conservadora com cores mais parecidas ou mais ousada com cores opostas na escala, gerando um grande contraste de cores.
Cada cor tem o seu papel, pois nos passam sensações diferentes como tranquilidade, ação, otimismo, segurança, etc. Pesquise mais sobre esse tema e encontre as cores certas para o objetivo da sua apresentação.
Quer aprender na prática? Visite o site https://color.adobe.com/pt/ e crie diversas simulações.
Fontes – A escolha das fontes é muito importante ao construir uma apresentação, pois ajudam a determinar a identidade ou até mesmo o objetivo e temática que você vai seguir.
Existem diversos tipos de fontes, mas vamos falar de dois que podemos utilizar muito em apresentações.
Fontes básicas (Helvética, Myriad ou Roboto) combinam com praticamente todas as outras fontes e podem ser utilizadas em títulos, logos, textos.
Fontes com serifas (Palatyno Linotype, Goldoni). São fontes mais clássicas, ideais para passar uma imagem mais formal. São muito utilizadas em livros, pois as serifas facilitam a leitura por formarem uma sensação de linha.
Uma boa dica é utilizar mais de uma fonte e diferentes tamanhos para destacar títulos ou pontos mais importantes do texto, além de passar uma sensação de trabalho único.
Slides com muito texto são perigosos, pois levarão as pessoas a tentarem ler tudo o que está escrito enquanto você está ali falando. Os textos em uma apresentação servem de apoio para te ajudar a contar a sua história e não para o público ficar lendo como uma bula de remédio.
Tente usar fontes grandes para que todos consigam acompanhar facilmente o apresentador. Uma dica é não utilizar fontes abaixo do tamanho 18. Lembre-se desse limite! Se por acaso o que você precisa escrever não couber no slide, é sinal que você precisa quebrar esse assunto em dois slides.
Mais uma vez, cuidado com o excesso. Não utilize mais de três tipos de fontes em suas apresentações.
Para baixar fontes diferentes e dar uma visão mais moderna, visite o site https://www.dafont.com/pt/ ou https://fonts.google.com/
Imagens – Encontrar a imagem certa pode ser a parte mais difícil de uma apresentação. Ela precisa ter qualidade, ser bonita, mas antes de tudo precisa expressar exatamente o que quer dizer. Lembre-se que a imagem está ali por algumas razões como trazer a atenção, facilitar o entendimento de um assunto e apoiar o discurso de quem está apresentando. Por isso não pode ser qualquer imagem. Precisa ser muito bem escolhida!
Nada daqueles bonecos de massinha e imagens que achamos facilmente no Google onde as pessoas estão em uma reunião no dia mais feliz de suas vidas e fazendo sinal de positivo. Isso não é natural, em que reunião você viu pessoas fazendo isso? Cuidado com as imagens que todo mundo utiliza, isso deixa sua apresentação comum e nada profissional.
Para encontrar imagens de qualidade, recorra aos bancos de imagens pagos ou gratuitos. Sim, existem bancos de imagens gratuitos onde você consegue baixar imagens com qualidade profissional como:
Imagens: https://pixabay.com/pt/
Imagens: https://visualhunt.com/
Ícones: https://www.flaticon.com/
Uma boa dica para encontrar imagens é não se limitar procurando somente a palavra principal, busque também pelos sinônimos.
Cuidado ao tamanho das imagens. Normalmente os slides widescreen possuem o tamanho 1920 x 1080. Logo, imagens inferiores a essa resolução poderão ficar distorcidas e comprometer a qualidade visual de sua apresentação.
Animações – Chegamos a um ponto crucial que pode determinar se sua apresentação terá um visual profissional ou amador. Portanto, atenção!
O Powerpoint, Keynote e Prezi possuem inúmeras opções de animações e isso pode ser um convite para exagerar. Efeitos exagerados podem tirar a atenção ou até mesmo passar uma impressão de amadorismo. Controle-se!
Lembre que sua apresentação precisa ser profissional e a atenção precisa estar em você.
Uma dica é utilizar sempre as animações mais próximas da realidade.
Por exemplo, objetos ou pessoas não aparecem e desaparecem como fantasmas, portanto faça-os entrarem e saírem do slide.
Deixe as animações que relevam o conteúdo gradativamente para os textos.
Falando de animações em texto, procure animá-los em blocos diferentes, ou seja, entre com o título primeiro, na sequência o subtítulo e depois o texto. Escolha animações mais simples como: “surgir”, “esmaecer” ou “flutuar para dentro”, que darão muita elegância aos seus textos.
Cuidado também com as animações que fazem suas imagens ou textos quicarem ou girarem. Pouquíssimas coisas que conhecemos no mundo real fazem esse movimento e normalmente elas não estão presentes em apresentações.
Sabemos que são muitas variáveis, conceitos e regras, mas se você não é designer e apenas não quer cometer erros na parte visual, te convidamos a aplicar a dica 3-2-3.
Calma, isso não é um esquema tático revolucionário e sim uma dica para você acertar a mão no design de sua apresentação.
Escolha no máximo 3 opções de cores, 2 tipos de fontes e 3 tipos de animações.
Com essa técnica você criará um conceito inovador de design com sua apresentação que será seguido no mundo todo?
Não! Mas também não vai escorregar, garantindo a audiência do seu público para a sua mensagem, que é o seu objetivo traçado lá na etapa de planejamento.

 

Conte com a ZOOM para criar suas apresentações.

Nosso time de roteiristas e designers é especialista em apresentações de alto impacto e está pronto para transformar seus desafios em resultados. Clique aqui e saiba mais.

ZOOM – Sua apresentação, profissional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 BALL POOL APK for android